segunda-feira, 31 de março de 2014

Le 1er avril: "Poisson d'avril"



(In www.cristinamello.com)

Há muitas explicações para o fato de o dia 1 de abril se ter transformado no dia das mentiras…


Aqui fica uma delas. 

Diz-se que a brincadeira surgiu em França. 

Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril. Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo. Os brincalhões passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites par festas que não existiam.


“Poisson d’avril” é uma piada ou uma farsa que se faz aos conhecidos ou amigos. Consiste em colar um peixe de papel na parte de trás daquele a quem se quer pegar uma partida. “Poisson d’avril” é também a exclamação que se pronuncia quando uma piada é descoberta, ou quando se quer avisar a pessoa de que a história que está a ouvir é falsa.
(In
linguafrancesa.com / Tradução: Achas que ele reparou?)     

 Diz o povo que quem reage mal ao “poisson” pendurado nas costas 
terá 10 anos de azar! 

À demain! 


Sem comentários:

Enviar um comentário